sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Pêssego: diurético



Tem apenas 36 kcal por 100 g. É ideal para limpar, drenar e dar vitalidade ao organismo. Destaca-se pela sua riqueza em potássio e em vitaminas ricas em antioxidantes: A, C e E.

O que faz?
1. É fácil de digerir e actua como um laxante ligeiro.
2. Limpa a vesícula biliar e purifica a pele.
3. O seu sumo tem propriedades diuréticas, ideal para activar a função renal, bem como eliminar líquidos e toxinas.
4. Reforça o sistema imunitário.
5. Ajuda a combater a insónia e os esgotamentos nervosos.
6. É um excelente diurético.
7. Alivia a prisão de ventre.
Como beneficiar dele?
  • Ingira-o com pele, assim recebe três quartos da suas necessidades diárias de vitamina C e betacarotenos.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Brócolos: remédio natural



Este vegetal da família das crucíferas reconhecido, por muitos nutricionistas e médicos, como um alimento que pode prevenir o cancro devido às suas substâncias protectoras e antioxidantes, como os indóis e os sulfuranos.
Podem ter contra-indicações em pessoas que estão a fazer um tratamento com teofilina (para aliviar as infecções respiratórias crónicas) e anticoagulantes e que tenham problemas na tiróide. Se tem problemas de rins, os compostos de enxofre podem irritar o tecido renal.
O que faz?
1. É um alimento muito saciante, rico em fibra, que ajuda em caso de prisão de ventre e, além disso, pode ajudar a prevenir o cancro do cólon.
2. Aporta pouquíssimas calorias (33 kcal por 100 g), pode comê-los sem medo de engordar se os cozinhar sem gorduras.
3. O seu consumo ajuda a regular a tensão arterial.
4. É uma excelente fonte de ácido fólico.
Como beneficiar deles?
  • Cozinhe os brócolos a vapor e junte uma colher de azeite e pimenta.
  • Acompanhe-os de legumes que tenham biotina para aproveitar melhor os seus nutrientes. A biotina é uma vitamina B necessária para processar as gorduras e digerir a comida, encontra-se no tomate, espinafres, abacate e grão.
Fonte:saude.sapo.pt

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Cereja: depurativa




É doce, suculenta e por 100 g tem apenas 62 kcal. Destacam-se a sua característica depurativa e a sua riqueza em nutrientes: fornece cálcio, potássio, fibra e vitaminas A, B1, B2 e C.
O que faz?
1. Devido ao seu conteúdo vitamínico e mineral, reforça o sistema imunitário e melhora a qualidade da pele.
2. É diurética e evita a retenção de líquidos.
3. É um laxante suave graças à sua fibra, logo, combate a prisão de ventre.
4. Contém derivados de salicílicos de acção febrífuga e analgésica.
5. Baixa o ácido úrico e alivia as inflamações.
Como beneficiar delas?
  • São perfeitas para substituir um doce, após a refeição.
  • Os ramos desta fruta dão origem a uma infusão diurética. 

Fonte:saude.sapo.pt

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Maçã: saciante



Por cada 100 g tem apenas 49 kcal e, para além disso, o seu alto teor de pectina e fibra (se for ingerida com pele), faz com seja uma aliada na luta contra os quilos a mais. É também rica em vitamina C, ferro e potássio e poucos alimentos são tão benéficos para garantir o bom funcionamento do aparelho digestivo.
Quem tiver problemas de prisão de ventre deve comê-la com casca, assada ou em doce (sem açúcar, mas com canela). Em casos de diarreia também se aconselha comer maçã sem pele e ralada, já que as suas pectinas regulam o trânsito intestinal.
O que faz?
1. Ajuda a reduzir os níveis de colesterol.
2. É depurativa, elimina as toxinas do organismo e favorece a digestão.
3. É benéfica para prevenir as doenças de ossos e articulações, como a artrite.
4. Limpa os dentes e fortalece as gengivas
Como beneficiar dela?

É um petisco perfeito em qualquer hora, devido ao seu poder saciante, evitando assim cair em tentação.

Fonte:saude.sapo.pt

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Alcachofra: depurativa



Já deve ter ouvido falar dos seus benefícios, quer seja consumida fresca, enlatada ou congelada. A sua quantidade de calorias é muito baixa, 40 por 100 gramas.
O que faz?
1. Facilita a digestão de gorduras, graças à presença da cinarina.
2. A sua fibra diminui a absorção de gorduras e de açúcares, é saciante e evita a prisão de ventre.
3. O seu baixo conteúdo de sódio ajuda a equilibrar a tensão arterial.
4. O potássio que contém torna-a diurética.
5. É depurativa, digestiva e estimula o metabolismo hepatobiliar.
6. Diminui o colesterol.
7. Regula os níveis de glicemia e, por isso, o seu consumo é aconselhado aos
diabéticos.
Como beneficiar dela?
  • Inclua ao almoço ou ao jantar uma porção de alcachofra e evite adicionar gordura, ou seja, cozinhe-a na grelha ou a vapor.
  • Aproveite a água se a cozer, pois, tal como o sumo, é um excelente diurético e aporta vitaminas e sais minerais.

Fonte:saude.sapo.pt

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Comer após acordar


Tem dificuldades em fazê-lo? Siga os nossos conselhos

Se não tem apetite logo pela manhã e só de pensar em comida fica enjoado, siga a sugestão da Associação Portuguesa de Nutricionistas, estimule gradualmente o apetite em dias ou semanas consecutivos, pois só assim conseguirá ultrapassar este problema.
Comece, numa primeira fase, por ingerir alimentos leves de que goste e em pequenas quantidades, aumentando-os gradualmente à medida que o tempo for passando, de modo a criar uma habituação progressiva.
O pequeno-almoço deve, por norma, ser rico em hidratos de carbono (presentes no pão e nos cereais), proteínas (o leite e o fiambre, de preferência magro, são duas boa opções), gordura (o queijo, o azeite e a manteiga estão entre os mais recomendados), fibra (pão integral e fruta) e vitaminas e minerais (muito presentes na fruta e nos frutos secos). Experimente também combinar iogurte natural, flocos de aveia e fruta fresca.
Fonte: saude.sapo.pt



Uma refeição divertida


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Frango com molho de cenoura e cerveja



Esta receita inclui apenas 355 calorias por porção.

Ingredientes (4 pessoas)
8 pernas de frango
Sal e pimenta moída
Couve lombarda em pedaços
Brócolos separados em floretes
Batatas cortadas em pedaços pequenos
1 cebola
2 dentes de alho
25 g de azeite
1 tomate grande maduro
1 cenoura grande ralada
200g de cerveja
200 g de água
Preparação:
1. Tempere o frango com sal e pimenta. Coloque as batatas a cozer e cozinhe os legumes a vapor. Coza o frango também a vapor ou, se preferir, salteie a carne numa frigideira com um fio de azeite até que fique cozinhada.
2. Refogue a cebola e o alho picados em azeite, até que a cebola murche. Junte o tomate, a cenoura e cozinhe mais uns minutos. Adicione a cerveja, deixe levantar fervura e acrescente a água, sal e pimenta. Cozinhe em lume brando até que o molho apure, cerca de 30 minutos.
3. Retifique os temperos e sirva o frango com os legumes e o molho. Bom proveito!
Fonte: saude.sapo.pt

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Croquetes de verduras

Fibras e vitaminas à mão de semear

Perfeita para qualquer altura do ano, esta é uma entrada original e saudável.
As verduras presentes neste prato são muito ricas em vitaminas, factor benéfico para a protecção e o bom estado da pele, órgãos e tecidos.
A protecção aumenta graças à sua riqueza em cálcio, potássio, fósforo, sódio e fibra. Esta deliciosa e original receita contém 189 calorias por dose.
Ingredientes
(para 2 pessoas)
  • 200 g de cogumelos
  • 1 pimento verde
  • 1 cenoura
  • 1 ramo de aipo tenro (talo e folhas)
  • 1 cebola pequena
  • 1 dente de alho
  • 2 ovos
  • farinha integral
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • noz moscada (opcional)
  • 1 colher (sopa) de salsa
  • sal aromatizado com ervas
Preparação
1. Descasque a cenoura, a cebola e o alho e desfie o talo do aipo. Lave bem o aipo, os cogumelos e o pimento. Triture tudo na picadora.
2. Cozinhe a pasta de legumes preparada anteriormente durante 7 minutos numa frigideira, com duas colheres de azeite e salsa. Retire do lume, tempere com sal e noz moscada, e deixe arrefecer.
3. Bata os ovos numa tigela e junte-os ao preparado anterior. Com a ajuda de duas colheres de madeira, forme bolas, passe-as por farinha e doure-as em azeite quente.
Fonte:saude.sapo.pt

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Petiscar sem se comprometer

Dicas saudáveis para pôr em prática todos os dias

Geralmente, quando nos dá fome, temos a tendência de comer o que está mais à mão.
Muitas das vezes, essa escolha está, no entanto, longe de ser a melhor. 
O petisco pressupõe «pequenas doses de comida, ingeridas num ambiente descontraído e pode ser uma refeição ligeira e nutricionalmente adequada», refere Iara Rodrigues, nutricionista.
No entanto, se não se prestar atenção ao que come irá cometer excessos. Aprenda, por isso, com a especialista a evitar os erros mais comuns, seguindo os conselhos que se seguem:
- Faça do petisco o prato principal.
- Em casa, inclua opções como espetadas de tomate cereja, manjericão e queijo fresco, feta ou mozarella.
- Prefira petiscos ligeiros como amêijoas à bulhão pato, conquilhas ou salada de polvo.
- Não abuse do álcool.
- Sirva-se de uma só vez.
- Evite acompanhar os petiscos com pão.
- Desfrute da companhia dos amigos, converse e ria mais e coma menos.
- Não abuse dos fritos nem dos molhos.
- Antes de sair de casa para um convívio gastronómico com amigos, coma uma maçã e beba água.
 


 

domingo, 11 de novembro de 2012

Alimentos que dão prazer


Café
Esta bebida oferece apenas duas calorias por cada 45 ml e é dotada da capacidade de aumentar o nosso estado de alerta e a velocidade com que processamos informação. Além disso, contém uma mistura de mais de mil compostos incluindo vitaminas, minerais, composto fenólicos e alcaloides. Deve ser bebido sem açúcar para não ganhar calorias.
As pesquisas científicas têm associado o café à prevenção de doenças crónicas como a doença de Parkinson, diabetes tipo 2 e doença hepática. Esta bebida tem um elevado benefício cardiovascular. Mas, atenção, não ingira mais de três a quatro cafés expresso por dia.

Mel
O elevado teor de frutose diferencia o mel do açúcar, devido a um menor índice glicémico, provocando em consequência subidas menos acentuadas dos níveis de glicemia e insulina. Além disso, o mel é rico em polifenóis, fitoquímicos com efeito antioxidante.
O mel possui propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antimutagénicas. É eficaz para solucionar problemas do foro gastrointestinal. Contudo, por ser muito calórico, o mel deve ser ingerido apenas em pequenas quantidades, como substituto do açúcar

Chocolate
Apesar de ter muitas calorias devido ao seu elevado teor em gordura, o chocolate não exerce um impacto negativo no colesterol sanguíneo. Os benefícios deste alimento estão associados ao seu teor de cacau, rico em polifenóis que reduzem os processos inflamatórios contribuindo para a diminuição do risco de doenças cardiovasculares.
O prazer que sentimos ao ingerir chocolate deve-se à cafeína, à teobromina, às aminas biogénicas e aos ácidos gordos, substâncias que mimetizam o efeito de algumas drogas canabinóides no cérebro. A opção mais saudável é o chocolate preto/negro.

Vinho tinto
Está comprovado que a ingestão moderada de vinho tinto é benéfica para a saúde cardiovascular do ser humano. Esta bebida estabelece um bom equilíbrio e sinergia entre o teor de polifenóis e a quantidade de álcool que possui, uma vez que ambos têm benefícios na vasodilatação e consequente atividade anti-esclerótica.

Cerveja
A cerveja é composta por mais de 90 por cento de água, quatro a cinco por cento de álcool e quantidades vegetais de hidratos de carbono e de fibra solúvel. É fonte de vitaminas do grupo B e alguns minerais, contendo ainda potássio e sódio, elementos benéficos.
A ingestão moderada desta bebida está associada à melhoria da saúde óssea, além de ajudar a diminuir o risco de doenças cardiovasculares, pois a cerveja melhora o metabolismo lípido e glicídico.

Fonte:saude.sapo.pt

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Arroz de verduras gratinado



Cor e saúde à mesa

Para além de praticamente não conter gordura, o arroz é rico em hidratos de carbono complexos que lhe oferecem a vitalidade de que precisa para enfrentar os desafios do seu dia a dia.

Neste prato nutritivo, as verduras juntam-se ao arroz e propõem uma refeição saudável e saborosa, com apenas 146 calorias. Esta receita é especialmente recomendada para pessoas que sofrem do coração, mulheres em fase amamentação e indivíduos com problemas de queda de cabelo.

Ingredientes


60 g de arroz
2 folhas de acelga
½ courgette
300 g de caldo de legumes
1 cenoura pequena
½ pimento morrone
½ pimento verde
½ tomate
½ cebola
2 dentes de alho
35 g de queijo parmesão
3 colheres (de sopa) de azeite
Preparação

1. Numa frigideira funda, deite as três colheres de azeite e refogue a cebola, o alho, o pimento verde, a  cenoura, o tomate e a courgette, tudo cortado em pedaços pequenos, durante 15 a 20 minutos, em lume brando. 

2. Passado este tempo, junte o pimento morrone e o arroz, refogue e cubra com o caldo de verduras. Leve  ao forno a 180 º C durante 20 minutos. Polvilhe com a acelga – cozida e cortada às tiras – e o queijo. Deixe gratinar e sirva.
Fonte: http:\\saude.sapo.pt

domingo, 4 de novembro de 2012

Guia dos alongamentos



Regras e cuidados a ter para alongar sem prejudicar a saúde

Alongar os músculos é uma prática essencial antes e depois de qualquer tipo de exercício e para qualquer pessoa, desde o caminhante principiante até ao atleta de elite mais exigente.
No entanto, para alongar adequadamente, convém ter em conta que existem formas correctas e incorrectas de os executar.
Respeitar este princípio oferece vantagens tanto a nível de bem-estar como de preparação do sistema locomotor para a actividade desportiva, nomeadamente:
- Aumenta a flexibilidade. 
- Reduz a tensão muscular e relaxa o corpo, especialmente em situações de stress e contracturas. 
- Ajuda a melhorar a coordenação, o equilíbrio e a mobilidade. 
- Contribui para prevenir lesões no início da prática desportiva, e também no final, reduzindo o risco de contracturas, cãibras... 
- Facilita a prática de desportos de todo o tipo, como correr, nadar, andar de bicicleta, e melhora o seu rendimento. 
- Melhora a circulação sanguínea, já que aumenta a quantidade de sangre que flui para os músculos. 
- Atrasa o envelhecimento e favorece a autonomia de movimentos durante mais tempo, independentemente da idade.

Fonte: http:\\saude.sapo.pt

sábado, 3 de novembro de 2012

Tomates recheados



Uma receita saudável para quem não prescinde dos sabores salgados

Nesta receita, os tomates juntam-se a um recheio único que combina o sabor salgado de vários legumes como as ervilhas, o repolho e as azeitonas.
Muito fácil de preparar e saudável, este prato é uma ótima sugestão de entrada para um jantar de verão entre amigos. Veja de que ingedientes precisa e saiba como preparar uma receita que faz as delícias daqueles que não conseguem resistir aos petiscos salgados. 

Ingredientes


4 tomates
100 g de ervilhas
1 cebola
1 repolho
8 azeitonas verdes
4 colheres de azeite
1 limão
1 pepino

Preparação
1. Lave o repolho, escorra e pique em juliana muito fina e reserve. Descasque o pepino e a cebola e pique-os em pedaços mínimos. Lave os tomates, elimine o talo, esvazie-os e triture a polpa. Ferva as ervilhas em água abundante com sal, escorra e deixe arrefecer.
2. Misture todas as hortaliças com as azeitonas, sem caroço e picadas em pedacinhos. Acrescente o azeite, o sumo de limão e o sal.
3. Recheie os tomates com a mistura anterior e sirva. Bom proveito!
Fonte: http:\\saude.sapo.pt

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Comida japonesa é rica em fibras e vitaminas


Segredos do arroz
O arroz utilizado na genuína cozinha japonesa é mais pequeno, arredondado e produz uma goma mais espessa. Do ponto de vista nutricional, o arroz é um excelente fornecedor de amidos. A sua digestão é mais lenta, o que pode ser positivo ao nível da saciedade e do impacto sobre o nível de açúcar sanguíneo que também é mais prolongado.

4 ingredientes chave
Wasabi
Raiz de sabor muito intenso, um ardor de curta duração, utilizada para sublinhar o sabor de diferentes pratos. A sua maior virtude nutricional está no teor em hidratos de carbono e fibras.
Gengibre
Destaca-se pelo seu poder antiinflamatório, sendo utilizado também em chá para ajudar a fazer a digestão. Acompanha o sashimi com uma função desinfetante e para limpar e preparar o palato para degustar o peixe seguinte.
Molho de soja
Tem um baixo valor calórico, principalmente quando comparado com molhos como natas ou azeite. Rico em proteína vegetal e vitamina B, contém sódio, por isso recomenda-se especial atenção aos hipertensos.
Miso
Pasta feita à base de arroz fermentado ou de soja, utilizada como condimento em sopas com legumes. Tem um elevado teor proteico e de hidratos de carbono. Contém zinco, importante na maturação do sistema imunitário e na proliferação celular. É rico em sódio, que provoca a subida da tensão arterial.
Fonte: http:\\saude.sapo.pt

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Combata a flacidez


Cinco exercícios simples que devolvem a firmeza à sua pele

Contra factos, não existem argumentos. As dietas de adelgaçamento e o passar dos anos danificam a sua pele, deixando-a flácida e mole.
Para recuperar a elasticidade perdida, propomos-lhe cinco exercícios que pode praticar, comodamente, em qualquer lugar.
Dispense-lhes vários minutos do seu dia regularmente e sinta a diferença.


EXERCÍCIO 1
Coloque-se com a perna direita esticada e a esquerda flectida, à semelhança da imagem principal deste artigo. Uma mão apoiada na anca e a outra no joelho. Costas direitas.
Vá alternando de posição entre uma perna e a outra para que o peso do corpo se reparta entre ambas com o movimento.
EXERCÍCIO 2
Pernas juntas, joelhos ligeiramente flectidos, braços esticados sobre a
cabeça e pés bem apoiados no chão.
Incline-se para a frente, mantendo as costas direitas. Faça duas séries de 10.
EXERCÍCIO 3
Mãos nas ancas, pernas esticadas e costas direitas.
Incline-se para a frente e flicta ligeiramente um joelho enquanto adianta a perna contrária, cravando o calcanhar no chão. Repita o exercício com a outra perna.
EXERCÍCIO 4
Perna esticada para trás, em linha recta com as costas.
Adiante a perna contrária com o joelho flectido e apoie as mãos na coxa.
Faça 20 alongamentos com cada perna.
EXERCÍCIO 5
Costas direitas, mãos juntas à frente do corpo e pernas muito abertas.
Flicta os joelhos até que as suas coxas fiquem paralelas ao chão.
Volte à posição inicial e repita o exercício.
Follow my blog with Bloglovin